Memórias de um amante de travesti – parte I

memórias de um amante de travesti

Memórias de um amante de travesti, parte I, conta pequenas lembranças dos primeiros locais em que estive com elas.

loading...

Memórias de um amante de travesti. Estou recordando os locais de meus primeiros encontros com travesti em Salvador-BA e Aracaju-SE. Aos 19 anos com pouco dinheiro e, principalmente, sem nenhuma experiência comecei a me aventuar pelo tesão em muquifos de locais estranhos. No Beco de Maria Paz, na capital baiana  em 1988,  e nas pousadinhas do centro de Aracaju 6 ou 7 anos depois. Não vou nem abordar minha aventura de rua em Maceió-AL. Foram erros inocentes, mas nem tão inocentes assim!

Não havia internet e sites de anúncios em 1988. Depois em 1994 celular e internet era raridade do tipo: pé de cobra.

Meu primeiro encontro foi na Capital Baiana  no ano de 1988. Fui da realização de um sonho – com tesão intenso – ao inferno num estalar de dedos naquele muquifo escuro e esquisito próximo ao Beco de Maria Paz.

loading...

Para não ser injusto faz muitos anos que o Beco de Maria Paz foi urbanizado, humanizado, iluminado e passou de fato a local turístico e comercial  no Centro Histórico de Salvador. Minha recordação se refere ao ano de 1988.

Arrisquei-me também, à noite, no Centro de Aracaju próximo ao BANESE Central.  Nas proximidades havia usuários de droga e lanceiros. Foi neste local que conheci, também, duas travestis apressadas, ou seja, aquelas que estão com você, porém pensam no próximo cliente: “Goza logo, vai…Olha, faltam 10…8 minutos, viu?!”

 Este local, à noite, continua meio esquisito  até os dias de hoje. 

O lado bom foi que no Centro de Aracaju encontrei Tgatas legais, sensuais e cativantes como Joana, Luana Close, Bibi e outras meninas legais.  Com as “rosas” passei 4 e 11 anos respectivamente.

Um pouco sobre essas pessoas legais que conheci:

  1. Luana Close é uma morena muito bonita, feminina, sexy e goza espontaneamente. Morou muitos anos em Milano na Itália. Convidou-me para três momentos de amor em seu apartamento, em Aracaju, e nunca me cobrou nada.
  2. Joana foi em 2003 para a Itália e até onde sei fixou residência por lá. A última vez que este ser humano maravilhoso me ligou da Europa foi em 2006.
  3. Bibi é um amor de pessoa e ainda é muito querida para mim, embora nosso romance tenha terminado.

Mas, voltando ao tema: naquele tempo  não havia clareza quanto aos predicados e preço do programa. A gente sabia das regras em tempo real.

Próximo dos 50 anos me considero Doutorado em Relação com Travesti, mas sempre em processo de aprendizado mesmo que hoje possa desfrutar de ambientes seguros e elitizados na companhia de uma Princesa, sempre ativo, carinhoso e sem pressa.

Gostei(2)Não gostei(0)

Veja também - See more:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *