Meu primeiro boquete em uma travesti

Meu primeiro boquete em uma travesti

Meu primeiro boquete em uma travesti foi uma experiência marcante e deliciosa em minha vida.

loading...

Numa noite de 1988, na capital baiana, com 19 anos fui ao Beco de Maria Paz fazer meu primeiro programa com uma Tgata. Naquela noite fiz meu primeiro boquete em uma travesti e foi tão bom!

Foi a primeira vez que vi uma travesti de calcinha e senti que era tudo que desejava e muito mais! Trans morena de corpo sexy. Pena que no final ela mudou…

Assim, no quarto da pousada pedi para ela dar uma volta de calcinha e fiquei de pau duro rapidinho. Abraçados Começamos a roçar em pé e aos poucos fui deitando seu corpo na cama. Beijei na boca, chupei aqueles peitinhos e fui descendo beijando seu ventre. Puxei sua calcinha com meus lábios carnudos e ouvi ela suspirar e gemer já sabendo o que viria. Então, peguei pela primeira vez em minha vida numa pica de travesti! Aquele pau grosso, duro e pulsando de tesão. Segurei, desci minha boca e comecei a chupar aquela pica gostosa. Ela começou a gemer intensamente e me chamar de “ai painho” em voz alta. Logo senti seu caldinho de pica saindo e amei aquele gostinho invadindo meu paladar. Eu amo caldinho de pica de travesti.

Chupei muito seu pau! 80% da foda foi eu chupando seu pau delicioso. Ela pediu para eu parar porque assim iria gozar. Porém, inverteu a posição e começou a me chupar…Que delícia! Tudo ali era novidade pra mim. De repente gozei em sua boca e ela engoliu tudinho.

Infelizmente, no final deu no que deu e tudo que aconteceu de bom ficou como secundário. Mas, ela foi uma professora com sua dica de ouro: “Meu bem, sempre acerte antes o preço do programa.”

Clique aqui para saber o que passei ao final do programa.

Leia mais textos neste Blog.

Gostei(3)Não gostei(1)

Veja também - See more:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *