A melhor coisa que fiz em minha vida amorosa foi amar travesti

loading...

como comecei  a gostar de travesti.A melhor coisa que fiz em minha vida amorosa e sexual foi não me negar o prazer de amar travesti. Embora meu primeiro encontro tenha sido frustrante, por outro lado acabou me encorajando mais ainda a não desistir deste amor.

Eu deveria ter sido mais decidido para assumir casamento com uma travesti, contudo não vivemos apenas uma vida – eu acredito – e estamos em processo continuado de evolução. Assim, se não for nesta vida, será na próxima. Tudo no seu devido tempo e maturidade. Eu já disse em outro artigo que “eu amo travesti e amarei eternamente.” E, mesmo que este amor evolua para algo mais sublime, eu jamais deixarei de querer em minha vida a presença das travestis. Nem que eu seja seu espírito protetor ou anjo da guarda. Isto significa que travesti é perfeita? Nem de longe, pois é um ser humano como eu e você com suas virtudes e defeitos, mas foi a melhor identificação que meu amor teve nesta e noutras vidas.

Gostei(3)Não gostei(1)

Veja também - See more:

2 thoughts on “A melhor coisa que fiz em minha vida amorosa foi amar travesti

    1. Olá,
      Ame, pois elas precisam de muitas coisas, mas nada se compara ao amor que você sente e compartilha com elas. Cada gesto de carinho é um pedacinho de seu amor que ela recebe e isso faz um bem enorme!
      Seja feliz, ame e tenha muito prazer com as Princesas.

      Meu sincero agradecimento por suas palavras.

      Gostei(0)Não gostei(0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *