Meu segundo encontro com uma travesti

Após três anos de minha frustrante experiência  em 1988  com minha primeira travesti, respirei fundo para me dar uma segunda chance.

loading...



Ainda em Salvador/BA, em 1991, fui um pouco mais mais observador e notei que na orla marítima nas proximidades da antiga Churrascaria Quatro Rodas, salvo engano no bairro Pituba, ficava um local com Travestis mais sofisticadas e resolvi arriscar uma voltinha por lá.

Clique aqui para saber como foi minha primeira experiência.

Mais uma vez, à noite, peguei um buzu (ônibus) e desci nas proximidades. À certa distância visualizei morenas e loiras bem femininas o que fez meu coração bater mais acelerado e senti meu desejo aumentar consideravelmente!

Como estava a pé, senti que algumas travestis não deram bola para minha aproximação, mas uma delas me abordou com uma voz feminina, jeito delicado e perguntou o que eu procurava ali. Uma pergunta retórica, pois ambos sabíamos o que eu queria. Falei de minhas intenções, acertamos o preço – naquele tempo eu ainda não sabia que o termo correto é cachê e ela me levou para um local perto da praia. Sim, ao ar livre com cheiro de mar!

Sob o luar olhei aquela morena, cabelos longos, corpo bem delineado naquele vestido vermelho e em pé começamos a nos beijar carinhosamente.

Ofereceu-me seu lindo e desnudo corpo, o qual beijei carinhosamente e o vi arrepiar seguido de seus gemidos. Encostados numa pedra nos beijamos muito e hoje entendo que ela estava tão necessitada de carinho como eu. Seguiu-se os ritmos de amor e prazer . Quando percebi ela já tinha colocado a camisinha em mim e logo éramos um só corpo. Cheguei ao meu primeiro e verdadeiro orgasmo com uma travesti de forma intensa com  prazerosos gemidos!

Foi lindo e ao luar!

No fim ainda conversamos um pouco e nos despedimos com um belo, demorado e caloroso abraço. Não existia celular naquele tempo, pois se houvesse tenho certeza que teríamos muitos outros encontros.

Aquela experiência compensou todas as minhas expectativas e a partir daí tive a certeza que as travestis fariam parte de minha vida.

 

Gostei(1)Não gostei(0)

Veja também - See more:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *